Como montar uma padaria

Quem não gosta do cheiro de pão quentinho e não se sente atraído quando passa em frente a uma padaria? O Negócio de padaria esta relacionado aos sabores e alimentação.

O pão segue os passos do homem desde a antigüidade até os dias de hoje. Se no princípio a alimentação básica era a caça e a extração de frutas e raízes, posteriormente ele foi buscar outras formas de saciar a sua fome. A caça foi substituída pela criação de animais e o extrativismo deu lugar à agricultura como principal fonte de alimentação, período em que às sementes de trigo e cevada ganharam maior destaque.

Milhares de anos A.C. já eram feitas broas de farinhas diversas, assadas sobre pedras quentes. No Egito o pão era tido como alimento básico da população, servindo de oferendas aos deuses e até como forma de pagamento. A utilização de fornos de barro e fermentação da massa foi desenvolvida pelos egípcios que o tornaram panificáveis.

Mais de 400 padarias existiam em Roma na época do Império de Júlio César, pois significava poder, quanto mais um imperador realizava a distribuição de pães, maior era sua popularidade. Na idade média foram elaboradas na Europa algumas leis e regulamentos, obedecidos pelos mestres – padeiros, como exemplo, o juramento feito em praça pública de manter a qualidade dos pães.

O país que mais contribuiu para a evolução da panificação moderna foi a França, pois o pão francês é encontrado em todo o mundo, destacando-se pelas características de ter um gosto suave e crocante.

Hoje em dia, as padarias tradicionais estão dando lugar a estabelecimentos comerciais com um mix de produtos diversificado, desde o início dos anos 90, elas estão se transformando em lojas que pouco lembram os tempos da caderneta, quando as contas do freguês eram anotadas.

Atualmente muitas padarias encontram-se num estágio de transição, procurando adaptar-se à nova situação.Poderiam ser confundidas com um mini-mercado, uma loja de conveniências, uma delicatessem, uma “boutique” de pães ou tudo isto misturado. Um pouco de cada um, esta é a realidade da “nova padaria”.

Fonte : Sebrae

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *